ARTIGOS

Como escolher as melhores ações?

Selo de premiada ilustrando o tema do artigo, como escolher as melhores ações

Entenda quais são os três fundamentos principais por trás de uma boa ação e saiba como escolher as melhores ações.

Fala, meu caro! Se você tem acompanhado o blog, já viu o que são as ações e como elas funcionam. E, depois disso, nós nos deparamos com três fundamentos básicos que são essenciais na hora de escolher uma ação.

Por isso, neste texto, vamos fazer uma breve retomada e, em seguida, vou te dizer quais são esses fundamentos e como escolher as melhores ações. Além disso, você vai descobrir se é importante ou não olhar o preço na hora de comprar uma ação. Vem comigo!

O que são ações?

Em primeiro lugar, o acesso à bolsa de valores se dá por meio de uma corretora. A partir disso, você consegue ver quais são as ações disponíveis, bem como vender e comprar ativos. Mas uma ação não é simplesmente aquela sequência de letras e números que fica na sua corretora.

Uma ação é o direito de se tornar sócio minoritário de uma empresa. Quando você compra uma ação, está comprando parte de uma companhia, por isso passa a ter direito de receber também seus lucros — de acordo com a sua quantidade de ações daquela empresa —, na hora da distribuição de dividendos, por exemplo.

Entenda melhor e mais detalhadamente o que são as ações.

Como funcionam as ações?

Depois de compreender o que são as ações, é preciso entender como elas funcionam.

Se você quer investir de verdade e ter um bom retorno a longo prazo, é fundamental conhecer onde você está colocando o seu dinheiro. A partir do momento que você pensa em investir em determinada empresa, você precisa saber como ela se mantém, como vai gerar lucro e ainda te fazer participar desse rendimento de maneira vantajosa.

Muitos índices apontam situações momentâneas pelas quais algumas companhias passam — altas e quedas. Mas você não pode ficar dependente disso, o ideal mesmo é conhecer os fundamentos da empresa.

Dessa forma, você vai ter mais segurança na hora da escolha e não vai se abalar tanto caso ela sofra alguma queda em determinado momento, por exemplo, uma vez que você a conhece, de fato.

Escolher ações não pode ser algo aleatório, você deve saber o que está por trás disso, ou seja, como se dá a transformação de uma empresa até chegar em uma ação.

Tal processo se dá pelo negócio com o qual a empresa trabalha, a fim de ganhar dinheiro. E o custo investido na fabricação do seu produto, por exemplo, não pode ser maior que o valor final do produto ou do serviço, certo? Afinal, uma empresa precisa gerar lucro.

E a partir desse lucro — que vem do negócio feito pela empresa — surgem as ações.

Conheça aqui todo o ciclo de como funcionam as ações e como você pode ganhar dinheiro com elas.

3 fundamentos para escolher as melhores ações

Ao acompanhar o ciclo de funcionamento das ações, você se depara com três elementos: o lucro, o negócio e a sociedade. E são esses os três fundamentos básicos para que uma empresa funcione bem, gere lucro e chegue até uma ação na sua corretora.

Você vai entender agora, de forma mais concreta, a importância de conhecer os fundamentos da empresa. A partir deles é que você poderá escolher as melhores ações.

O lucro é o principal fundamento na hora de escolher as melhores ações

Na hora de escolher uma ação, antes de tudo, o principal fundamento é o lucro da empresa. Afinal, ele é a base de tudo. Você já percebeu que o dividendo, o provento, bem como a renda passiva e a valorização da ação — tudo isso que você recebe, no fim de tudo, lá na sua corretora — estão ligados ao lucro da companhia?

A sua remuneração, como acionista, só acontece de fato, e de maneira robusta, por meio do lucro. A empresa precisa dele para distribuir dividendos ou para ser valorizada, por exemplo, como já falei acima.

Se ela distribui renda passiva sem gerar lucro, vai quebrar a qualquer momento, uma vez que não vai mais ter de onde tirar o dinheiro para continuar remunerando os acionistas.

Negócio

O negócio da empresa é outro grande fundamento. Por meio dele é possível entender não só como o lucro é gerado, mas também o potencial de a empresa gerar mais lucro no futuro ou ainda o risco de ele cessar ou sofrer alguma variação.

Se você está pensando em investir — ou seja, tornar-se sócio de uma empresa — precisa olhar para o que ela faz, para quais os indicadores que ditam o seu processo de produção.

Sociedade

a sociedade é fundamental na hora de escolher as melhores ações

Após entender os dois primeiros fundamentos, percebe-se que nada disso vai adiantar se esse lucro não chegar até você na corretora. Dessa forma, a sociedade — terceiro fundamento — é a segurança de você ser sócio de uma empresa.

Existem variações dentro da legislação, que passam por tipo de ação, por qual é o sócio majoritário, bem como por quais são os níveis de governança. São vários os critérios observados, a fim de que haja uma segurança total de que com a empresa gerando o lucro, você vai ter uma participação nele.

Assim, você vai estar protegido e vai ter sua sociedade garantida, recebendo assim todos os seus direitos.

Devo olhar para o preço na hora de escolher ações?

Esta é uma dúvida muito comum: devo levar em conta o preço da ação? Dentro da Metodologia de Verdade — como eu ensino aos meus alunos —, a gente se baseia na Teoria do Mercado Eficiente, desenvolvida desde 1966 e que já passou por diversos grandes estudiosos ao longo do tempo.

A tese é simples: os preços do mercado já refletem o valor de cada empresa. Isto é: o preço de uma ação já é o que ela realmente vale.

A bolsa de valores é um balcão. Nele, há muita gente comprando, de um lado, e muita gente vendendo, de outro. São muitas as negociações feitas, sendo assim o mercado é eficiente para sempre precificar a ação de acordo com seu valor justo.

Dessa forma, as empresas precisam ser escolhidas pelos seus fundamentos e não pelo preço da sua ação. O preço não é um fundamento. Em resumo: procure por boas empresas e não por bons preços.

Aprenda mais sobre  como funcionam os investimentos. Faça parte do nosso Grupo de Verdade e tenha acesso a conteúdos novos toda semana!

Mais artigos sobre Uncategorized

4 respostas

  1. Bom dia, gostaria de investir, mas não tenho nem uma educação financeira, qual melhor corretora para iniciarmos, quais ações investir, tenho 10,000,00 para investir, desde já obrigado.

    1. Olá, Osmael.

      Sobre corretoras, dê uma olhada neste artigo: http://investidordeverdade.com/melhor-corretora-valores/

      Aqui, neste outro artigo, o Matheus comenta o que ele faria se estivesse começando a investir em ações: http://investidordeverdade.com/investimento-em-acoes-para-iniciantes-o-que-fazer-com-1000-reais/

      Ah, também há este artigo sobre Educação Financeira que pode te interessar: http://investidordeverdade.com/educacao-financeira/

      Abraço,
      Leonardo — Equipe IDV

  2. Eu comecei o mês passado e meu dinheiro já rendeu quase 100% pensei em comprar mais está o mesmo valor para compra ? Será que seria o momento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts mais lidos

Newsletter

Junte-se a milhares de investidores de verdade e fique por dentro de todas as novidades! Coloque seu e-mail abaixo para receber as atualizações do blog.

Deixe seu melhor e-mail abaixo para participar: