Qual é o melhor investimento para iniciante?

Quer saber qual é o melhor investimento para iniciante? Descubra as melhores opções para você começar a investir.

Fala, meu caro! Está começando a investir agora e quer saber qual o melhor investimento para iniciantes? Então, está no lugar certo!

Você já deve saber como funcionam os investimentos. Então agora eu vou te falar quais são os melhores investimentos a curto e médio prazo. Além de explicar as diferenças entre eles e a importância de se ter uma reserva de emergência.

Depois deste texto, você saberá por onde começar e como investir o seu dinheiro sem prejuízo. Vem comigo!

Por que o Tesouro Selic é o melhor investimento para iniciante no curto prazo?

Sem enrolação, o melhor investimento para iniciante no curto prazo é o Tesouro Selic, um investimento de renda fixa.

É um título de renda fixa do Governo — portanto, público. E um dos mais seguros do país. Enquanto a ação pode oscilar em curto prazo, o Tesouro Selic é imune a ruídos de instabilidade política, por exemplo.

Renda fixa e liquidez

É importante que boa parte da carteira do investidor seja segura. E é isso que a renda fixa proporciona. Assim, é possível prever certa rentabilidade antes da operação. No entanto, da mesma forma que não há muitos riscos (de queda), também não há grandes chances de aumentar seus lucros com a renda fixa apenas: a sua rentabilidade é baixa.

Agora, o grande diferencial desse ativo é a liquidez. Ou seja: a facilidade com que ele pode ser convertido em dinheiro novamente. É possível investir hoje e tirar no próximo mês, sem prejuízos. Embora você também possa vender ações e FIIs facilmente, corre o risco de pegar um momento de baixa na Bolsa e acabar perdendo dinheiro.

Dessa forma, o Tesouro Selic torna-se o melhor investimento para iniciante no curto prazo. Já que garante segurança e liquidez.

Tenha uma Reserva de Emergência

A reserva de emergência é uma das bases para montar uma boa carteira de investimento. Por isso, quando você pensa em construir um patrimônio, ela deve ser levada em conta. Vou te dizer alguns motivos.

Em primeiro lugar, a reserva de emergência te protege de dívidas — ela te salva em imprevistos financeiros. Ainda mais em relação aos juros compostos. E ainda protege seus investimentos, além de oferecer tranquilidade.

Nesse sentido, a liquidez do Tesouro Selic faz dele o melhor candidato para cumprir esse papel. Uma vez que é um dinheiro reservado para emergências, logo após um momento de necessidade, você precisará tê-lo de volta o mais rápido. E a velocidade com a qual o investidor resgata o dinheiro aplicado com o Tesouro Selic é ideal para manter essa reserva sempre abastecida.

Saiba como calcular sua reserva de emergência.

O melhor investimento para iniciante no médio prazo

O Tesouro IPCA+ também é um título público do Governo. Sua taxa de rendimento divide-se em duas partes. Enquanto uma acompanha a inflação, a outra compõe-se de uma valor fixo. É um investimento de médio prazo. Você investe nele, mas sabe que o retorno não será imediato. Além disso, ocupa o papel de renda fixa na sua carteira a longo prazo.

Tesouro IPCA+ vs Tesouro Selic

A diferença entre um e outro se dá na liquidez e no rendimento. A liquidez do tesouro Selic é diária. A rentabilidade do Tesouro IPCA+ é maior: ele rende a inflação mais uma porcentagem fixa. Desse modo, se for 2% ao ano, vai render essa porcentagem mais a inflação.

Assim, com o Tesouro Selic, o seu dinheiro volta rapidamente, e você pode aproveitar isso para construir uma reserva de emergência. Com o Tesouro IPCA+, você compõe a sua carteira com renda fixa e obtém retorno a médio prazo.

Por isso, eu considero o Tesouro Selic e o Tesouro IPCA+ os melhores investimentos de renda fixa.

O melhor investimento de renda variável para iniciante

Não fique com dúvidas sobre como começar a investir em renda variável, comece com os FIIs.

A melhor opção para começar com renda variável são os Fundos de Investimentos Imobiliário (FII). Eles tendem a apresentar menor volatilidade — ou seja, variar menos — que as ações ao longo do tempo. Além de garantirem maior previsibilidade.

O lucro de uma empresa pode ser colocado em investimentos duvidosos e contrair dívidas, o que afeta o pagamento de proventos. Mas, em relação aos FIIs, a legislação prevê que 95% dos rendimentos sejam distribuídos entre os cotistas, isso faz com que o risco de você perder diminua. Basta você ser um cotista para garantir a renda passiva.

Quer saber mais sobre FIIs? Fundos imobiliários: o que são e como investir neles?

Agora que você conhece os melhores investimentos para iniciantes, já tem uma noção de como montar uma carteira. Mas você sabe quais são as taxas envolvidas no mundo dos investimentos? Confira tudo o que você deve saber sobre taxas antes de começar a investir.

Quer saber mais sobre investimentos? Faça parte do nosso Grupo de Verdade. Tenha acesso a conteúdos novos toda semana!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todas as novidades! Coloque seu e-mail abaixo para receber as atualizações do blog.

Deixe seu melhor e-mail abaixo para participar: