Pare de perder dinheiro com fundos de investimentos

Perder dinheiro com fundos de investimento mão segurando ativos

Imagino que você não queira mais perder dinheiro com fundos de investimentos. Descubra o que fazer para evitar.

Fala, meu caro! Se você está no início da sua vida de investidor, talvez os fundos de investimentos te pareçam uma boa opção. Mas cuidado, eles podem te fazer perder dinheiro. Ou melhor ainda, eles não te deixam faturar tudo o que você poderia.

É isto que quero te mostrar no texto de hoje. Vamos lá?

O que são fundos de investimentos

Fundos de renda fixa, fundos multimercados, fundos de previdência privada, todos têm a mesma estrutura. É uma forma de investimento, na qual você e os demais cotistas, ao invés de investir sozinhos, escolhendo seus ativos através dos seus próprios critérios, opta por deixar seu dinheiro nas mãos de um administrador ou gestor.

Esse administrador é o responsável por escolher onde aplicar o investimento dos cotistas. E você confia nas escolhas dele para não perder dinheiro.

Parece tentador. De um lado você, com pouca experiência no assunto, do outro, uma grande instituição financeira.

Acontece, meu caro, que esse gestor não faz caridade. Mas, ao contrário, ele sempre te cobrará pelo serviço. E não há apenas uma taxa envolvida nessa história.

Além disso, você corre o risco de ter seu dinheiro mal administrado. A maioria dos fundos de previdência privada não batem nem o CDI. Ou seja, vale muito mais a pena investir você mesmo no tesouro direto.

Como as taxas te fazem perder dinheiro com fundos de investimentos

Quando você não investe com autonomia, ou seja, quando você investe com uma quantidade grande de intermediários é como se você pagasse um pedágio.

Toda vez que você faz um investimento ou recebe uma renda passiva, parte disso fica nesse “pedágio”. E pagá-lo é um dos maiores erros dos investidores iniciantes.

Há duas principais formas de pedágio, isto é, de “sugarem” parte do seu patrimônio: 

1. Taxa de administração: é cobrada pela instituição financeira, a qual você está investindo, com base no seu capital investido. Todos os meses um valor vai ser descontado do seu investimento, ainda que as escolhas do gestor não tenham sido as melhores;

2. Taxa de performance: acontece se o investimento atinge determinado rendimento. Por exemplo, se ele render mais que 5%, a instituição financeira vai receber uma porcentagem dele.

A primeira taxa (que é fixa) é cobrada independentemente do que acontecer, ainda que a gestão feita foi ruim e você perdeu dinheiro; enquanto a segunda, que é variável. Em outras palavras, quanto mais você ganhar no investimento, mais ela aumenta, mais taxa você paga.

Os investidores, principalmente os iniciantes, investem com terceiros por falta de clareza, por não entenderem como os investimentos funcionam. No entanto, isso é um freio que trava os teus investimentos e te impede de multiplicar teu patrimônio.

Saiba quais são os 7 ativos que não podem faltar na sua carteira.

Na prática

A Berkshire é uma holding dos Estados Unidos – uma empresa que investe em várias outras. A simulação é a seguinte: já que é uma empresa que investe em várias outras, ela tem praticamente o funcionamento de um fundo de investimento. 

Mas, como é uma empresa, não cobra as duas principais taxas citadas acima – aqui no Brasil, a taxa normal a ser cobrada é 2% de administração e 20% de performance. Veja o gráfico a seguir.

No exemplo acima, se você tivesse investido US$1,000.00 (mil dólares) na Berkshire, no ano de 1965; em 2015, você teria chegado a um total de US$8,000.000 (oito milhões de dólares). 

No entanto, se a Berkshire fosse um fundo de investimento, aliás, se a pessoa que fez aquele investimento não tivesse autonomia e o fizesse em um fundo (e não em uma empresa), ela sofreria uma grande consequência.

Apesar de, em 2015, o investimento ter chegado a oito milhões, o investidor receberia, desse valor, US$719.000 (setecentos e dezenove mil dólares), enquanto o gestor do fundo – cobrando “apenas” as duas principais taxas – ficaria com US$7,280.000 (sete milhões duzentos e oitenta mil dólares). 

A grande e esmagadora parte do ganho de capital teria ido para o fundo e não para o investidor. É isso que acontece quando você investe sem autonomia. 

Que tal conhecer os 3 melhores investimentos para iniciantes?

O segredo para não perder dinheiro com fundos de investimentos

A solução é investir diretamente nos ativos. Se você quer investir em empresas, você deve aprender a selecionar as ações para comprá-las diretamente.

Ao fazer isso por meio de um fundo de ação você paga um preço muito alto!

O mesmo acontece com investimentos no exterior. O ideal, portanto, é investir diretamente, sem precisar de um fundo cambial.

Por tudo isso, você precisa ter autonomia e aprender a investir por conta própria. E é isso que eu te ensino por aqui.

Quer saber mais sobre investimentos? Faça parte do nosso Grupo de Verdade e tenha acesso a conteúdos novos toda semana!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Deixe seu melhor e-mail abaixo para participar: