Reserva de Emergência: o que é, onde investir e como calculá-la

O que é uma reserva de emergência? Qual é o melhor ativo para ela? Como calculá-la? Saiba tudo isso e muito mais neste post!

Antes de começar a investir em ações, FIIs, renda variável em geral, há alguns degraus que você deve subir.

Antes de tudo, você deve:

1. Quitar dívidas;

2. Ter uma reserva de emergência;

3. Ter objetivos de curto prazo.

 Hoje eu quero te ajudar com o passo 2.

Motivos para ter uma reserva de emergência

Antes de investir no longo prazo (ações e FIIs), antes de pensar em construção de patrimônio ao longo do tempo, acima de tudo, você precisa de uma reserva de emergência.

reserva de emergência importância
A reserva de emergência é uma das bases para construir uma boa carteira de investimento. (Imagem: Rawpixel)

1. Te protege de dívidas

Os juros compostos devem te fazer ganhar dinheiro e não perder. No caso de uma dívida, eles trabalham contra você!

Com a reserva de emergência, você evita de contrair dívidas.

Surgiu um imprevisto financeiro? Então use sua reserva e se projeta dos juros compostos.

2. Protege seus investimentos

Além de te proteger dos juros compostos, a reserva de emergência evita que você não precisa vender parte do seu patrimônio que está na renda variável.

3. Te dá tranquilidade

A Metodologia de Verdade, acima de tudo, serve para te dar tranquilidade financeira. E esse é um dos papéis da reserva de emergência.

Renda fixa: investimento ideal para a sua Reserva de Emergência

De antemão eu já te digo: a renda fixa é o melhor ativo para esse fim. E eu vou te contar os porquês.

Previsibilidade

A renda fixa nada mais é do que o tipo de investimento que você sabe exatamente quanto vai render no futuro. Ou ainda, sabe ao que está indexado seu investimento.

É como um contrato: invisto R$ 1000,00 que vai me render 10% por ano durante dez anos. De maneira semelhante ocorre quando é indexado a algo. Por exemplo, invisto os mesmos R$ 1000,00 que vai me render a inflação mais 5% pelos próximos dez anos.

Portanto, você sabe quanto ou ao quê está ligado o que você vai receber. É previsível.

Baixo risco

A renda fixa possui um risco muito baixo. Não é nulo, mas escolhemos, como verão a seguir, ativos de risco próximo a zero.

Liquidez

Os ativos de renda fixa que vamos adquirir têm alta liquidez.

Ou seja, posso vendê-lo a qualquer momento sem prejuízo em caso de emergência.

reserva de emergência liquidez
A reserva de emergência precisa ser de fácil acesso para imprevistos. (Imagem: Rawpixel)

Produtos de renda fixa e seus tipos: qual escolher para Reserva de Emergência?

Há três principais produtos de renda fixa. Assim como são três os tipos de renda fixa.

Vou te contar o que é cada um e qual é o melhor para nossa reserva de emergência.

Produtos de renda fixa

– Títulos do governo: nessa modalidade você empresta dinheiro para o próprio governo que, por sua vez, te pagará um juros por esse valor.

– CDB ou LC: comprovantes de depósitos bancários e letras de crédito têm o mesmo papel dos títulos do governo, mas neles você empresta seu dinheiro para um banco.

– Fundos, previdência e afins: você deixa seu dinheiro na mão de alguma instituição financeira que te promete algum retorno fixo ao custo de uma taxa de administração.

Tipos de renda fixa

Em síntese, a renda fixa é fixa em relação a alguns fatores, o que nos leva a seguinte classificação:

– Pré-fixado: o rendimento é fixado no momento em que se investe. Por exemplo, você contrata um tesouro pré-fixado que vai te render 5% ao nos próximos dez anos.

– Pós-fixado: seu rendimento está ligado a alguma taxa (Selic, CDI, etc). Você não sabe quanto vai render, mas sabe que seu rendimento está ligado a uma taxa.

– IPCA+: são títulos ligados à inflação somado a uma porcentagem.

Qual escolher o melhor para reserva de emergência?

Autonomia é parte da Metodologia de Verdade. Logo, excluímos os fundos que são uma terceirização do investimento. Você precisa de liberdade para investir.

Uma vez que a reserva de emergência supõe baixo risco, o que corre mais risco de falir: um banco ou um país? Pelo menor risco, optamos pelos títulos do governo.

Não quer dizer que não há risco, mas o risco é menor. Eu já expliquei sobre isso aqui: O que é renda fixa: riscos, mitos e função na sua carteira.

Entre os tipos, excluímos os pré-fixados. Imagine que você adquiriu um título pré-fixado em 5% ao ano. Se a inflação for maior que 5%, não só seu dinheiro não vai render, como também vai valer menos.

Também deixamos de lado o IPCA+. É um ótimo investimento de renda fixa, mas sua liquidez é menor em relação a um Tesouro Selic, por exemplo.

Portanto, quando falamos em renda fixa para reserva de emergência, optamos por títulos do governo pós-fixados.

Saiba quais são Os melhores investimentos de renda fixa não apenas para Reserva de Emergência.

Como calcular sua Reserva de Emergência

Há algumas variáveis envolvidas no cálculo. Vou te explicar cada uma delas.

Reserva de emergência calculadora
Calcule sua reserva de emergência e tenha segurança para investir. (Imagem: Rawpixel)

Custo de vida mensal

Primeiramente, você precisa ter em mãos seu custo de vida mensal.

Quanto gasta com cada uma dessas despesas?

– Aluguel/financiamento

– Água + Energia + Gás

– Internet + telefone + TV

– Transporte + educação

– Compras

– Plano de saúde

– Lazer

Idade

Quanto mais novo, maior é a sua disposição. Além disso, os jovens têm mais facilidade para se encaixar no mercado do que pessoas mais velhas.

Estabilidade do emprego atual

Se o seu cargo atual apresenta poucas chances de demissão, então sua estabilidade é alta. Portanto, sua reserva poderá ser menor caso você seja um servidor público.

Risco do setor em que trabalha

Seu setor será estável se correr baixo risco de impacto em casos de crise, por exemplo, setores essenciais, como o de saúde ou o alimentício. Assim como será instável se o risco for alto.

Concorrência no mercado de trabalho

Se a demanda é alta para o serviço que desempenha, então se considera uma concorrência baixa. Uma vez que você possui alta qualificação e é facilmente realocado no mercado, sua reserva de emergência pode ser menor.

Número de dependentes

Por fim, quanto mais dependentes você tiver, maior deve ser sua provisão de emergência.

Calculadora da Reserva de Emergência

Mas você não precisa se preocupar e gastar muito tempo fazendo o cálculo.

Eu te ofereço de graça a Calculadora de Reserva de Emergência que te ajudará a dar seus primeiros passos nos investimentos.

Intuitiva e simples, ela precisa apenas de algumas informações suas. Como resultado, você terá o cálculo da sua reserva de emergência.

 

 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todas as novidades! Coloque seu e-mail abaixo para receber as atualizações do blog.

Deixe seu melhor e-mail abaixo para participar: