Taxas de Investimentos: o que devo saber antes de começar a investir?

Taxas de investimentos símbolo do dinheiro engrenagem

Descubra quais são as principais taxas de investimentos que você deve conhecer antes mesmo de começar a investir. Saiba como elas podem afetar sua rentabilidade.

Fala, meu caro! Neste texto eu vou te mostrar como não ter a sua rentabilidade prejudicada pelas taxas de investimentos.

Depois do texto de hoje, você vai conhecer as principais taxas de investimentos e deixar de se sentir inseguro na hora de começar a investir! Isso porque eu vou te falar o que você precisa fazer e quais são as principais cobranças feitas pelas corretoras. 

Ainda tem medo de investir? Vem comigo que eu vou contar o que você precisa saber para começar. 

O que são taxas de investimentos?

vimos que investimento é você alocar um dinheiro em um ativo de valor – o próprio investimento – e que ele tende a crescer e gerar um retorno com o passar do tempo. 

As taxas de investimentos nada mais são do que uma tarifa cobrada por grande parte desses ativos disponíveis no mercado. 

Mas essas taxas não são iguais, em geral variam não só de uma corretora para outra como também podem variar conforme o tipo do investimento de acordo com o prazo da aplicação.

As instituições financeiras que cobram taxas de investimentos

Se você quer investir em ações e FIIs é porque sabe que isso pode te dar um bom retorno financeiro com o passar do tempo – e é verdade! Mas para isso é importante conhecer as taxas e os custos envolvidos nessa operação, a fim de saber como investir de verdade, ou seja, naquilo que vale a pena.  

Para a compra e a venda das ações, você vai precisar de uma corretora, pois é ela que fará esse processo – a compra e a venda – acontecer. 

E, portanto, se é um serviço prestado, o intermediário não o fará por caridade. Por isso, é essencial que você saiba quais valores serão cobrados . Assim, poderá analisar se eles afetarão a rentabilidade da sua aplicação. 

taxas de investimentos cobranças

Para que a sua aplicação seja vantajosa, a sua rentabilidade precisa ser maior que a taxa de investimentos cobrada pela corretora. Além disso, é preciso ficar muito atento, pois existem ainda outras taxas – não só as cobradas pela corretora – como a da B3, a do governo, entre outras. 

As corretoras não costumam isentar as taxas cobradas pela B3 (Bolsa de Valores), referente às operações realizadas pelo investidor, e as cobranças realizadas pelo Governo são feitas por meio da Declaração Anual de Imposto de Renda. 

Apesar de existirem várias taxas, algumas dependem de fatores como o tipo de ativo e o volume da aplicação. E, vale lembrar que, certas instituições isentam determinadas taxas, por isso é muito importante conhecer aquela em que você irá confiar, a fim de receber o suporte adequado.

Quais são as principais taxas de investimento?

Como falei acima, as cobranças podem variar de acordo com diversos fatores e refletir na sua rentabilidade – o que já é motivo suficiente para você ficar atento, uma vez que não quer perder dinheiro investindo, certo?

Por isso, agora eu vou dizer para você quais são as principais taxas de investimento e, em seguida, explicar cada uma delas. 

As principais taxas são estas cinco:

  1. Taxa de administração;
  2. Taxa de corretagem;
  3. Taxa de custódia;
  4.  Emolumentos;
  5. Taxa de carregamento.

Taxa de Administração

A taxa de administração é uma tarifa de investimento cobrada pelos serviços da corretora ou do banco para gerenciar determinado tipo de fundo, principalmente aqueles em que há um gestor responsável pela sua administração e desempenho. 

Essa taxa também costuma recair sobre fundos de renda fixa como CDB, LCI, LCA e até mesmo no tesouro direto.

Mas, atenção, você pode estar perdendo dinheiro com fundos de renda fixa.

Taxa de Corretagem

A taxa de corretagem pode ser cobrada pelas corretoras para cada operação realizada na Bolsa de Valores, ou seja, cada vez que você compra ou vende uma ação, por exemplo, terá de pagar por isso. 

O valor a ser cobrado pode ser fixo ou mudar a cada nova operação, sendo exigido um percentual dela. No entanto, varia também de acordo com a corretora e algumas não cobram taxa alguma para isso. É claro que a minha recomendação é que você procure corretoras de taxa zero.

Quer saber mais sobre essa taxa? Dê só uma olhada neste texto.

Taxa de Custódia

A taxa de custódia pode ser cobrada pela corretora para a guarda e a manutenção de ações ou títulos públicos e também para a movimentação da conta. É uma taxa feita para cobrir os gastos da corretora com a B3. 

Essa cobrança não é obrigatória, fica a critério da corretora repassar esse valor. Logo, algumas não exigem a cobrança dessa taxa ou o fazem apenas sob alguma condição – verifique antes com a corretora.

Emolumentos

Essa é mais uma das taxas de investimentos fixas cobradas pela B3 em cada operação. Ela pode variar conforme o tipo de operação (normal ou Day Trade); o tipo de investidor, se é pessoa física ou se são fundos e clubes de investimentos; e de acordo com o valor investido. 

Também é conhecida como taxa de negociação.

Conheça os 3 maiores erros do investidor iniciante. Será que você não está cometendo algum deles?

Taxa de Carregamento

É um tipo de taxa muito comum nas aplicações de previdência privada e nos fundos de investimentos. Nas movimentações realizadas nos planos de previdência privada cobra-se um percentual. 

Previdência Privada vale a pena?

Assim, toda vez que você, investidor, faz um aporte (investe) essa taxa é cobrada. Há casos em que ela também pode aparecer quando há portabilidade ou resgate do valor aplicado. 

Escolha a corretora certa para pagar menos taxas de investimentos

Agora que você já conhece as principais taxas de investimentos, seu próximo passo é a escolha da corretora de valores.

E o melhor de tudo: eu já mostrei aqui no blog. Dá uma olhada: Como escolher a melhor Corretora de Valores.

Quer saber mais sobre investimentos? Faça parte do nosso Grupo de Verdade. Tenha acesso a conteúdos novos toda semana!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todas as novidades! Coloque seu e-mail abaixo para receber as atualizações do blog.

Deixe seu melhor e-mail abaixo para participar: