3 aulas para aprender a investir por conta própria com segurança

00
Dias
00
Horas
00
Min
00
Seg

ARTIGOS

Pesquisar
Close this search box.

Ações para comprar hoje: o guia para comprá-las

ações para comprar hoje

Descubra agora critérios fundamentais para escolher os melhores ativos e saiba quais as ações para comprar hoje.

Fala, meu caro! Você sabe como escolher boas ações? Ou melhor, se você já investe, saberia me dizer como você escolhe uma empresa para investir?

No texto de hoje, você vai entender o que faz com que uma ação seja boa. Vou falar sobre ativos para você investir hoje e sempre.

Mas antes, quero te lembrar de que eu não estou aqui para dizer o nome das ações nas quais você deve investir, por exemplo, e sim para te dar critérios a serem aplicados na hora de escolher as melhores ações para compor a sua carteira.

O que eu quero te oferecer é autonomia, para que você saiba tomar as rédeas dos seus investimentos e construir o seu patrimônio no longo prazo.

Por isso, neste texto você vai encontrar um verdadeiro guia com critérios concretos para você avaliar na hora de adquirir uma ação. Vem comigo!

Ações para comprar hoje e sempre

ação para comprar hoje gráfico

Antes de tudo, você deve ter muita clareza de que o foco das ações é o longo prazo. Da mesma forma que uma pessoa que constrói um imóvel para alugar ou monta o seu próprio negócio leva tempo para ter um bom retorno, o investidor de verdade também.

Se você tiver isso em mente, vai evitar prejuízos. Muitos que começam querendo um alto retorno no curto prazo acabam perdendo dinheiro — e não é isso que você quer, certo?

O lucro da empresa faz com que as ações sejam um dos investimentos de maior sucesso. E ele tende a aumentar com o passar do tempo — é o que se espera da empresa na qual você investe —, por isso é que você vai ganhar também no longo prazo.

Por isso, o lucro da companhia — e não fatores como preço ou “momentos ruins” — é um dos principais aspectos para o qual você deve olhar na hora de comprar ações hoje e sempre.

Reforço aqui que se você quer, de fato, ganhar dinheiro com ações, precisa estar ciente de que o verdadeiro poder dos investimentos está em acumular patrimônio ao longo do tempo. E não em comprar uma ação agora para vender 10% ou 20% mais caro em um ano.

O que é mesmo uma ação?

Antes de mais nada, vamos lembrar que uma ação é como se fosse uma fonte — mas de dinheiro. O valor dessa fonte está ligado à quantidade de lucro que ela pode gerar ao longo do tempo.

ação para comprar hoje moeda

Essa fonte, a sua ação, neste caso, é o direito de você se tornar sócio de uma empresa e receber parte do lucro dela ao longo do tempo. Você compra o direito de receber o lucro dessa empresa ao longo de todo o tempo que você tiver uma parte dela — uma ação.

Assim, se você não vender esse ativo, vai continuar recebendo esse dinheiro. E aqui não estou dizendo que você nunca vai vender uma ação. Ao contrário, se você sabe por que a comprou, vai saber também quando ela não te serve mais. E aqui está o ponto.

Saiba mais sobre o que são as ações.

Ações boas e ruins

Para que você entenda o que define ações boas ou ruins, você precisa ter a clareza de que é mais prejudicial você vender um bom ativo do que manter um ruim.

Como já falei acima, o investidor deve se atentar aos fundamentos da companhia na hora de comprar um ativo — e não ao seu preço. Preço é o único fator com o qual você não deve se preocupar! O valor de uma ação não pode determinar a sua decisão de comprá-la ou não, uma vez que o que ela vai te gerar é muito maior com o passar do tempo.

Assim como fatores momentâneos também não determinam se uma ação é boa ou ruim. Na bolsa, você vai passar por quedas. Por isso, se você procura ações com lucro consistente e crescente, por exemplo, a chance de você querer vendê-la na primeira queda é bem menor. Logo, a chance de você perder dinheiro também diminui muito. Mas como assim?

Não saber escolher uma ação ou vender uma ação boa pode te fazer perder mais do que ficar com uma que está com o desempenho ruim. Isso porque o máximo que você pode perder mantendo uma ação é 100% — o que nunca acontece na prática.

Em contrapartida, uma ação na bolsa pode valorizar 30%, 50%, 100%. Mas não só isso, ela pode chegar também à valorização de 1000%, 2000%, 5000% e muito mais — o que já aconteceu com várias.

E é aqui que você perde. Se você vende uma ação que poderia valorizar 2000%, você perde muito mais do que se fica com uma ação que cai 100% “apenas”. Assim, o que você pode deixar de ganhar com a valorização de uma ação é muito maior do que o quanto você pode perder com um ativo ruim na carteira.

Esse é o segredo, você enxergar que uma empresa boa continua boa, quando outros não estão vendo isso. Você precisa conhecer a companhia e saber por que você está investindo nela.

Entenda aqui como as ações funcionam e como você pode ganhar dinheiro com elas.

Critérios para comprar ações hoje

Se você chegou até aqui, deve estar se perguntando, afinal, quais são os critérios para os quais você deve olhar na hora de comprar uma ação.

Em primeiro lugar, entenda que isso que eu vou te contar agora não são meras dicas. Mas critérios que vão te ajudar muito a escolher, de verdade, uma boa ação. E não agir por impulso ou apenas reagir ao preço e acabar caindo numa cilada.

Então, vamos lá. Antes de tudo, o primeiro critério a que você deve se atentar é o lucro. A empresa na qual você está pensando em investir teve lucro consistente e crescente ao longo dos últimos dez anos? Essa é a questão.

Tudo o que você, acionista, terá direito de receber da empresa vai depender dos lucros dela. Quanto mais ela cresce, maior é também o seu rendimento.

Já falei sobre a importância que o lucro da empresa tem na hora de escolher as melhores ações. Confira aqui.

Outro critério é a dívida. Como investidor que deseja uma boa ação, ao procurar uma companhia, você vai avaliar como está a geração de caixa dela para pagar as próprias dívidas. Existem empresas que arriscam mais e outras menos. Isso também conta na hora de você investir.

Por isso, o acionista vai procurar saber se a dívida da empresa está controlada, por exemplo. Também já falei desse assunto por aqui, inclusive te ensino a calcular a dívida líquida da companhia.

Entenda mais detalhadamente sobre a importância da dívida da empresa para avaliar uma ação.

Por fim, a vantagem competitiva é outro fator muito relevante. Se a empresa está na frente dos seus concorrentes hoje, a tendência é que continue assim ao longo do tempo. A chance de que uma empresa assim continue crescendo é maior.

Conclusão

Depois de entender tudo isso, basta começar a aplicar esses critérios. Não só na hora de comprar uma ação, mas também quando pensar se vale a pena vendê-la.

O primeiro ponto que te fará ter autonomia nos investimentos — e investir de verdade — é aprender a escolher boas ações.

Quer ter acesso a mais conteúdos como esse e receber materiais exclusivos da metodologia que eu uso para investir? Faça parte do nosso Grupo de Verdade.

Matheus Nogueira
Matheus Nogueira

Mais artigos sobre Ações

Posts mais lidos

Newsletter

Junte-se a milhares de investidores de verdade e fique por dentro de todas as novidades! Coloque seu e-mail abaixo para receber as atualizações do blog.

Deixe seu melhor e-mail abaixo para participar: